meta name="robots" content="noindex" /> Contraculturalmente: OUTROS CULTOS 9: FANTASPORTO 2006



OUTROS CULTOS 9: FANTASPORTO 2006

(Primeiro, as minhas mais sinceras desculpas pelo tamanho deste post. Segundo, as minhas ainda maiores desculpas por não ter sido eu a escrever as sinopses dos filmes aqui apresentados... O tempo é escasso e o post é grande.)



O Fantasporto, o nosso Festival de Cinema Fantástico, apesar de só começar oficialmente a 24 de Fevereiro, já rola. Este Festival iniciou-se em 1981, e é hoje em dia tido em grande conta por revistas como a Variety, para além de ter introduzido em Portugal a Troma, casa-mãe de grandes películas de série B como o Vingador Tóxico (já analisado aqui logo no início do blog), Canibal, o Musical e o espalhafatoso Massacre na Selva. O trabalho e a distância serão impedimento para poder ver uma boa parte dos filmes que pretendo, mas ainda assim, conto este ano visitar pela primeira vez este Festival, e voltar cheio de filmes novos para analisar no meu cantinho.

Segue-se a lista dos filmes que já não vou ver e dos com que me irei deleitar daqui a uns dias. Não coloco todos os filmes do Festival pois nunca tencionaria visionar algumas das propostas apresentadas nem seria humanamente possível vê-los a todos. As sinopses apresentadas são copiadas directamente da programação oficial. Vamos a isto:


O que já perdi (e queria mesmo ver):

PLEASANT DAYS (Hun) de Kornél Mundruczó (Love Connection) – v.o. leg. ingl.



Um retalho da vida de uma qualquer cidade húngara, uma vida sem sonhos e demasiado dura para ser mentira, quando os sonhos da integração europeia se desfazem. Prémio Iris de Ouro do Festival de Montreal, Leopardo de Ouro do Festival de Locarno, Grande Prémio do Festival de Cinema de Sofia.

RAIN (Nov Zel/New Zel) de Christine Jeffs (Love Connection) – v. o. leg.port.



Há muitas histórias de adolescentes procurando saber qual o seu lugar na sociedade e adaptar-se ao desenvolver da sua própria sexualidade. Mas poucas com o impacto e beleza deste primeiro filme da realizadora Christine Jeffs. “Rain” leva-nos ao coração de uma família em férias junto ao mar, numa lugar isolado. A família como espaço de desencontro.

ANGELS GUTS - THE DARKEST MEMORIES (Jap) de Chusei Sone (Love Connection) – v.o. leg. ingl.



A estrela de filmes pornográficos, Nami, vai fazer sofrer um fotógrafo, obcecado pela jovem quando a vê em “acção”. O fotógrafo convence-a a posar para ele. “Angel Guts” inverte os papéis sexuais. Polémico e provocador quanto baste.

SPIRIT TRAP (GB/UK) de David Smith (Première & Panorama) – v.o. ingl.



Quatro jovens estudantes mudam-se para uma mansão desocupada. Já dentro da mansão, os estudantes conhecem a quinta companheira, uma exótica e misteriosa rapariga. Quando Nick coloca um velho relógio a funcionar, coisas estranhas começam a acontecer. Um exemplo do novo cinema britânico de terror.

O que passa hoje e nos próximos dias (e que não vou ver à mesma):

THE WOMAN WITH THE RED HAIR (Jap) de Tatsumi Kumashiro (Love Connection) – v.o. leg. ingl.



“The Woman With The Red Hair” explora o lado negro do sexo e do amor, numa cidade conservadora. Tatsumi Kumashiro realiza aquele que é considerado um dos melhores filmes do género, entre o romântico e o soft core.

THE BOW (Cor Sul, Jap/South Kor, Jap) de Kim Ki Duk (SO Semana dos Realizadores/Orient Express) – v.o. leg. ingl.



Selecção oficial “Un Certain Regard”, do Festival de Cannes 2005, este é o mais recente filme de Kim Ki Duk, o celebrado realizador de “The Isle” e “3-Iron”. Num barco de pesca, em alto mar, um homem de 60 anos tem vindo a educar uma jovem desde a sua infância. Polémico e perturbante, com a extraordinária beleza plástica a que o cineasta nos habituou.

A TALE OF TWO SISTERS (Cor Sul/South Kor) de Kim Ji-woon (Première & Panorama)



O terror gótico ao mais alto nível, vindo de uma cinematografia que nos habituou ao melhor - a sul-coreana - e de um realizador já multi-premiado no Fantas com “The Quiet Family” e “The Foul King”. O regresso a casa de duas irmãs gémeas vai-se tornar num inferno por causa da sua maquiavélica madrasta. Um thriller psicológico de grande intensidade dramática e de emoções fortes.

COISA RUIM (Por) de Tiago Guedes e Frederico Serra (SO Cinema Fantástico)



O primeiro filme português a entrar em concurso na Secção Oficial de Cinema Fantástico do Fantasporto e a ter a honra de ser filme de Abertura. Em antestreia mundial, é realizado pela dupla Tiago Guedes e Frederico Serra, a equipa vencedora de “Alta Fidelidade”, com argumento de Rodrigo Guedes de Carvalho. Uma família lisboeta recebe como herança uma mansão, numa pequena aldeia do interior serrano. Com a casa, diz o povo, vem também uma maldição antiga.

FROSTBITEN (Sue/Swe) de Anders Banke (SO Cinema Fantástico) – v.o. leg. ingl.



Uma antestreia mundial no Fantasporto 2006. Em pleno Inverno, a médica Annika e a sua filha Saga, de 17 anos, vão começar uma nova vida, mas cedo se apercebem de que a sua nova cidade carrega uma pesada maldição. O terror vindo do frio. Um filme de vampiros moderno e atraente, para cativar novos públicos.

SAMARITAN GIRL (Cor Sul(South Kor) de Kim Ki Duk (SO Orient Express)



Uma análise amarga da prostituição e das suas consequências. O realizador sul coreano, Kim Ki Duk, volta ao tema, depois de “O Bordel do Lago” (2000). Jae-Young é uma jovem prostituta. A sua melhor amiga, Yeo-Jin, é a sua proxeneta. Um dia Jae-Young apaixona-se por um cliente. No outro dia, para não ser apanhada pela polícia, Jae salta de uma janela.

DEAD MEAT (Irl) de Conor McMahon (SO Cinema Fantástico)



O primeiro filme irlandês de zombies. Uma mistura de gore, humor e acção, num série z. Helena e Martin passeiam de carro pelo campo quando, sem querer, atropelam um homem. Pensando que o mataram, colocam o corpo no banco de trás do automóvel. Sem mais, nem porquê, o homem acorda e dá uma grande dentada no pescoço de Martin.

O que tenciono ver, se não me roubarem a folga como já vem sendo hábito (de 3 a 5 de Março):

SICK AND TWISTED FESTIVAL OF ANIMATION (EUA/USA) de Spike e Mike (Première & Panorama)



“The Sick and Twisted Festival of Animation” começou em 1990. Um lote de animações revoltantes ou com conteúdo adulto demasiado picante para uma série de animação clássica. O objectivo era promover a animação marginal.

SARS WARS (Tai/Thai) de Taweewat Wantha (Premiére & Panorama)



Um surpreendente filme de zombies tailandês, uma cinematografia que se está a impôr no panorama internacional. “Sars War” é uma mistura da mais pura série Z, com a paródia declarada aos clichés do cinema de terror e acção. A quarta geração de virus SARS foi encontrada em África. É o mais mortal de todos os virus conhecidos, transformando os doentes em mortos-vivos sedentos de sangue.

HOSTEL (EUA/USA) de Eli Roth (Premiére & Panorama)



Quentin Tarantino é o produtor. Eli Roth , o realizador. Mais macabro que “Cabin Fever”, “Hostel” junta uma série de situações aterradoras. E é, sem dúvida, o candidato ao melhor filme “gore” do ano. Paxton e Josh andam em viagem pela Europa e vão ser atraídos para uma estalagem numa remota aldeia eslovaca cheia de mulheres deslumbrantes.

SUPER NOVA (Fra) de Pierre Vinour (Première & Panorama)



O realizador Pierre Vionour, tem “uma aproximação muito onírica da ficção, ao estilo de David Lynch” (Première). “Supernova” é uma experiência sensorial nos campos do amor, metamorfose e morte. Ao passear por uma estrada deserta nas montanhas, o advogado Simon Peyrelevade é atraído para uma estranha rocha. Quando toca na pedra, entra em coma.

HAIR HIGH (EUA/USA) de Bill Plympton (Retro Plympton) – v.o. leg port.



O mais recente filme de Plympton, é uma história próxima do universo de “Carrie” de Stephen King e De Palma, em tom de comédia de terror gótico, ambientado no meio estudantil adolescente. O Baile dos Finalistas da Faculdade vai ser uma noite “de gritos”. O delírio visual de Plympton na melhor animação.

E, possivelmente, alguns dos filmes que entretanto perdi, na sessão de premiados de Domingo...

Encontramo-nos por lá?

Etiquetas: , , ,

« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

fevereiro 24, 2006
Blogger Papo-seco relatou...

Tenho INVEJA de ti

Porra!!!!

:(    



fevereiro 24, 2006
Blogger emprenha_vacas relatou...

lá estaremos!!!    



fevereiro 25, 2006
Blogger BlogJob relatou...

então vais perder a virgindade de fantasporto? espero k me ligues! k keria ir ver uns movies! vais comprar o pass? kts dias lá vais? uh? kts?!?!
abraço    



fevereiro 25, 2006
Blogger Carca relatou...

Está combinado serem os três últimos dias (3, 4 e 5 de Março). Se te quiseres juntar à festa manda um mail (até agora somos 3, e os bilhetes vão ser comprados na Segunda)    



março 01, 2006
Blogger saviol relatou...

Estive uns kms mais acima miudo. Bjecas, gajas, e dormir. Sem ofensa mas daria sempre primazia a um programa destes que ao Fantasporto. Ainda assim espero que tenha sido do teu agrado obviamente. Um abraço    



» Enviar um comentário