meta name="robots" content="noindex" /> Contraculturalmente: Agosto 2005



OUTROS CULTOS 3: MANUEL JOÃO VIEIRA

quarta-feira, agosto 17, 2005
Depois da morte de Salazar, Vieira é o exemplo mais notável de "culto do chefe" pós-25 de Abril.



Manuel João Vieira é a mente iluminada por trás de bandas como os Ena Pá 2000 e Irmãos Catita, para além de uma carreira irregular como artista plástico e actor. Ser de outro planeta, pedante e grosseiro como todos nós gostariamos de ser, Manuel João Vieira é também uma alma generosa. Lembro-me que no início deste ano, para ajudar as vítimas do Tsunami no Sudeste Asiático, Vieira resolveu colocar a sua namorada à venda num leilão On-Line...

Hoje, trago-vos o Manuel João Vieira Candidato à Presidência da República.



Certamente estarão recordados da sua corrida à cadeira do poder em 2001. Das promessas sábias que fez e não cumpriu (porque não lhe deixaram!) De uma patinadora Russa para cada Português e de um bailarino Cubano para cada Portuguesa! De um Ferrari para cada Português! Da promessa de que todo o Português devia ser preso pelo menos uma vez na vida! Da prisão prepétua para os Delfins! De uma alcatifa a cobrir Portugal de lés a lés! De desejar a independência dos Açores e da Madeira, para depois os afundar! De tantas outras...

Manuel João Vieira criou bastante expectativa à sua volta! Recolheu assinaturas, promoveu palestras de Norte a Sul, teve direito a tempo de antena! E para quê? Para ver a sua candidatura censurada só pelo simples pormenor de ter entregue juntamente com as assinaturas, desenhos de crianças e Pokemons... Uma cabala, meus amigos, uma verdadeira cabala!

Saiu para o mercado no mês passado um DVD contendo o concerto de celebração dos 20 anos dos Ena Pá 2000. Além desse concerto, o DVD traz também um documentário desta brilhante candidatura, contendo excertos de entrevistas, comícios e especiais televisivos, e muitas imagens e declarações do Candidato Vieira On The Road. Um verdadeiro pedaço de história da democracia Portuguesa, mais importante que muitos de vós poderão pensar. Um hino à liberdade de expressão!



2006 aproxima-se... Com 2006, aproximam-se também as eleições presidênciais... Vieira prepara-se para voltar! Sinto-o! E para o comprovar, estejam atentos ao seu site oficial... Nos próximos meses, toda a nossa ajuda, fiéis Vieirenses, será necessária! Pensem na bailarina Russa...

Juntos conseguiremos colocar Vieira na corrida à Presidência da República! Só desistiremos se Vieira for Eleito!

Etiquetas: , , ,

FILME DE CULTO 3: CHARLIE AND THE CHOCOLATE FACTORY

sexta-feira, agosto 12, 2005
Charlie And The Chocolate Factory é aquilo a que podemos chamar um clássico instantâneo! Segundo um grande amigo meu que me acompanhou ontem à estreia nacional, "há muito tempo que não via um filme tão bom no cinema!"

A última obra de Tim Burton é um remake de Willy Wonka And The Chocolate Factory (de 1971), que por sua vez adaptava o clássico da literatura infantil anglo-saxónica. Conta com Johnny Depp (o melhor actor independente a trabalhar em Hollywood, segundo ouvi dizer) no papel de um mestre chocolateiro alucinado, enclausurado voluntariamente dentro da sua fábrica de doces e é simplesmente fabuloso!



Esta é a história de Charlie, um rapazinho pobre e feliz que vive com os pais e os avós perto da fábrica de Willy Wonka, um génio que ninguém avista há mais de 20 anos. Um dia, o mestre chocolateiro oferece a oportunidade de uma visita guiada pelo seu mundo de fantasia a cinco crianças de todo o mundo! Além deste fabuloso prémio, uma dessas cinco crianças tem ainda a oportunidade de receber uma surpresa que vai para além do imaginável! As outras quatro receberão também surpresas, mas não aquelas que estarão à espera... Charlie é um dos felizes contemplados...

Charlie And The Chocolate Factory é um delírio visual! A fotografia é realmente brilhante, o contraste de cores funciona na perfeição, os interlúdios musicais a cargo dos Oompa Loompa (os misteriosos homens minúsculos que trabalham na fábrica) são de morrer a rir, e a adaptação foi devidamente avacalhada pela mão do mestre Burton. Nota-se que talvez a história original não fosse bem assim a nível de diálogos...

"Nesta fábrica podem comer tudo! Até me podem comer a mim! Claro que isso é canibalismo! E o canibalismo é um acto reprovado pela maior parte das sociedades..." (Willy Wonka)

Este filme recebeu a classificação para maiores de 6 anos no nosso País! Realmente, o filme contém chocolate, algodão doce, guloseimas, felicidade extrema e um ritmo alucinante, tão alucinante que chega a causar algum medo e tensão... Uma sensação semelhante a uma sobredose de guloseimas... Mas esta obra contém também piadas inteligentes, trocadilhos rebuscadíssimos, crueldade, imbecilidade e um tipo de humor inacessível a alguém com menos de 20 anos ou que só pense em compras e nos Morangos com Açucar!



Charlie And The Chocolate Factory encontra-se no cinema um pouco por todo o País. Se ainda possuem algumas dúvidas, vejam o Teaser! Quando o Teaser acabar, desliguem o Pc e corram até à sala de cinema mais próxima! Ficarão positivamente surpreendidos...



Trailer:

Etiquetas: , , , , ,

MÚSICA DE CULTO 3: BADLY DRAWN BOY

terça-feira, agosto 09, 2005
Agosto. Sensivelmente há 2 anos atrás. Sempre tive uma grande vontade de conhecer o Festival Sudoeste. Nunca lá tinha ido. Por desinteresse pelo cartaz, ou por não encontrar companhia para ir comigo. Em 2003, fartei-me dessa situação e fui para a Zambujeira do Mar. Sozinho. Duas T-Shirts, um frasco de repelente de mosquitos, alguma roupa interior e um saco cama. E até hoje não me arrependo. Fazia o que queria, encontrava pessoal amigo e conhecido, construía amizades com a consistência de um castelo de areia, via os concertos que queria, participava nos workshops, dormia ao relento e era feliz.

Se tivesse ido a este Festival com mais malta, provavelmente não via nem metade dos concertos que vi. Por exemplo, com companhia, se calhar entretinha-me na tenda a beber e a fumar substâncias ilícitas e acabaria por perder o magnífico concerto do Badly Drawn Boy...



Ao todo deviam estar umas 200 pessoas nesse concerto. Lembro-me que todos olhavam cumplices uns para os outros com um sorriso nos lábios. "Este é o nosso momento..." Badly Drawn Boy, sozinho com a sua guitarra e o seu piano. Lembro-me da sua simpatia. Lembro-me de me apaixonar pelas suas músicas, apesar de não conhecer nem uma. Lembro-me da invasão de palco por parte dos roadies e amigos, e de um deles ter sido literalmente expulso a pontapé passados largos minutos do concerto ter terminado. Lembro-me do Badly Drawn Boy cantar, na música Once Around The Block "Take a left, a sharp left and another left... Meet me on the corner, we'll start again..." enquanto o sol se punha. Lembro-me perfeitamente da felicidade que sentia naquele momento e de lacrimejar... Lembro-me que este foi o melhor concerto da minha vida!

O Badly Drawn Boy em disco não é tão bom como o Badly Drawn Boy ao vivo, não querendo isto dizer que seja mau. Os seus discos são realmente excelentes, mas acabam por ser um pouco homogéneos. São predominantemente acústicos, com algumas incursões experimentais pelo meio. Destacar um dos seus trabalhos revela-se difícil. Ainda assim, arrisco em sugerir About A Boy.



About A Boy é simultaneamente um Album e uma banda sonora para o filme com o mesmo nome (bastante bom, por sinal). Todas as canções cantadas por este senhor estão divididas por deliciosos interlúdios instrumentais. Destaco Silent Sight, Donna And Blitzen (que podia ser perfeitamente uma canção de Natal) e Above You, Below Me.

Este album, bem como os restantes 3, estão disponíveis na Fnac. Não têm de quê...

Video: Silent Sight

Etiquetas: , , , ,

BD DE CULTO 3: THE BOOK OF BUNNY SUICIDES

quinta-feira, agosto 04, 2005
Fartos de viver, um grupo de coelinhos brancos, queridos e fofinhos, decide por termo à vida da maneira mais original possível. Esta é a história dos Bunny Suicides!



The Book of Bunny Suicides foi escrito e desenhado por Andy Riley, génio por trás da série Big Train, que passou há não muito tempo na Sic Radical. E o que Andy Riley nos oferece? Coelhinhos brancos a suicidarem-se. O livro é só isso. Coelhos a morrer. Das maneiras mais estupidas e inacreditáveis! Não há muito mais a explicar sobre este livro. Não há um fio condutor. Não há espaço para enredos elaborados! Temos apenas coelhos e morte! Que combinação!

Em termos de ilustração, Bunny Suicides é directo. Os desenhos são a preto e branco, simples e sem rodeios nem floreados. A maior parte das mortes ocupa apenas uma prancha...



As situações mais hilariantes para mim são as mortes mais elaboradas e engenhosas. Vejamos esta, por exemplo...




The Book of Bunny Suicides é pequeno e lê-se bem duas ou três vezes de seguida! Será talvez doentio e perverso, sem qualquer sentido, mas não deixa de ser extremamente divertido! Todas as pessoas a quem tive oportunidade de mostrar este livro tiveram uma destas duas reacções: repulsa ou um ataque de riso incontrolável!



Este livro, bem como a sua sequela (The Return of the Bunny Suicides), encontra-se à venda na Fnac. Check it out!

Etiquetas: , , ,

LITERATURA DE CULTO 3: COMO FICAR ESTUPIDAMENTE CULTO EM APENAS (10) MINUTOS

terça-feira, agosto 02, 2005
Agosto! Pico do Verão, auge da Silly Season... Altura de meter o cérebro de molho e descansar a cabeça... Não será a melhor altura do ano para ler, de certeza, a não ser a chamada literatura de praia, livros levezinhos sem sumo, só para matar o vício...

O livro que vos trago este mês intitula-se Como Ficar Estupidamente Culto em Apenas (10) Minutos. Não é um livro pesado. Também não é um livro leve. É um livro... Assim como... Enfim, é bom para o Verão!

Como Ficar Estupidamente Culto em Apenas (10) Minutos, de Nuno Amaral Jerónimo e José Carlos Alexandre, é algo que se lê bem. Possui duas grandes vantagens: está escrito em linguagem vulgar, o que facilita a sua leitura, e adquire-se conhecimento falso e inútil sobre os mais variados temas. O livro pretende ser uma enciclopédia non-sense, em que o leitor adquire imensas frases feitas para fazer passar por suas, e um vasto conhecimento falso sobre variadíssimos temas.

Neste compêndio encontram-se:

- Resumos Literários (Ulisses estava farto de estar em casa e saiu para comprar tabaco. Voltou vinte anos depois quando a mulher já se andava a rir para os vizinhos. Odisseia, por Homero)

- Resumos Cinematográficos (Um grupo de extraterrestres de borracha aterra nos Estados Unidos para comer uma bifana antes de seguir viagem. Um deles afasta-se para dar uma mija e perde-se dos amigos. É normal que um estranho se perca na América, quando metade dos americanos não sabe indicar no mapa onde fica a sua própria casa. ET, por Steven Spielberg)

- História de Portugal (A Batalha de Aljubarrota foi ganha pela Ala dos Namorados. A voz de Nuno Guerreiro deixou as tropas espanholas em estado de choque psicológico e era vê-los correr em direcção aos bordéis de borda de estrada para lá de Badajoz)

- Geografia (Espanha - Bocado de terra que se sacrifica há anos para que Portugal não tenha fronteiras com França)

- Provérbios (Deus snifa direito umas linhas tortas)

- E muitas outras informações de fazer corar o almanaque borda d'água...

Portanto, Como Ficar Estupidamente Culto em Apenas (10) Minutos (com prefácio de Ricardo Araújo Pereira), é perfeito para quem gosta de ler e não tem paciência para Tolstoi quando estão 40 graus à sombra... Vende-se em tudo o que é livraria.

Etiquetas: , ,